Os ISOLADORES DE SINAIS são fornecidos com isolação galvânica, a qual permite isolar dois ou mais equipamentos, por meio de acoplamento ótico. Os códigos com final G (entrada em tensão ou corrente contínua) ou código com final TR (entrada em tensão ou corrente alterna) são isolados ganvânicamente.

No controle de um processo produtivo torna-se preponderante a munitoração de determinadas variáveis, tais como: corrente, vazão, pressão, etc. Essas variáveis surgem através da utilização de sensores que enviam, para um sistema de controle, os valores dessas grandezas representados por sinais analógicos padronizados de corrente (0…20mAcc ou 4…20mAcc), ou tensão (0..5Vcc, 0…10Vcc, etc.).

Sendo assim, o sistema de controle retorna o sinais para os atuadores que utilizam os mesmos sinais padrões de corrente e tensão. Porém, em algumas aplicações os sinais espúrios chegam ao sistema de controle, através da fiação dos sensores e atuadores, afetando seu funcionamento. Portanto, nestes casos, torna-se imprescindível a existência de um dispositivo que possa isolar estes sinais, evitando que o sistema de controle sofra algum dano, porém, mantendo as mesmas características do sinal original.

Os ISOLADORES DE SINAIS são equipamentos destinados à isolação entre o sinal de entrada e o sinal de saída e ambos isolados da alimentação. Esta isolação aumenta a segurança quando é necessário evitar que sinais espúrios cheguem ao sistema de controle.


DOWNLOAD

Catálogo técnico Isoladores de sinal baixar